Edy Guggisberg

Itápolis, São Paulo, 6 de Dezembro1930

Edy, filho de Olga e Ernesto Guggisberg (Belp), estudou até o terceiro colegial e aos dezoito anos, iniciou então sua vida profissional inventando aparelhos de respiração artificial para o Laboratório de Pesquisa da Escola Paulista de Medicina.

 

Na década de 50 seus pais foram para a Suíça e Edy, já com grande conhecimento da mecânica, decidiu usar as máquinas para fabricar peças de suspensão para automóveis.

Passou a fabricá-las e, a fim de testá-las, distribuía aos taxistas à noite para que relatassem os resultados. Em 1952, justamente quando ele começou a fabricação das buchas de suspensão para carros importados, a indústria automobilística foi implantada no Brasil, tendo sido o Jeep Willys, para o qual Edy forneceu as buchas "AXIOS",  o primeiro veículo fabricado aqui. No decorrer dos anos de 1953, 54, 55, foram aos poucos, instalando-se em São Paulo as fábricas multinacionais Ford, General Motors, Volkswagen, mais tarde, Fiat, caminhões FNM,  motos e lambretas, tratores, e até veículos da Engesa . A "AXIOS" passou a fabricar para todas as empresas automobilísticas do Brasil sendo deste o início líder de mercado.

Edy Guggisberg em entrevista ao jornal Diário Comércio e Indústria, na Fábrica Axios, em 02/09/1958.

Chamadas de 'silent-bloc', as buchas de suspensão, na aparência eram peças simples mas, com a variedade de exigências técnicas dos diferentes veículos, sua fabricação tornava-se cada dia mais complexa.

Jornal Diario Comercio & Industria

A pequena indústria foi batizada com o nome "AXIOS", palavra que em grego significa força, e em poucos anos ganhou uma sede maior. "AXIOS" foi vendida em 1970. Hoje é líder mundial de mercado e tem o nome de “MONROE AXIOS", que  mantém o nome original como sinônimo de qualidade. Edy faleceu aos 42 anos, em 11 de janeiro 1974.

Voltar