MARIA BOURGEOIS

RIO DE JANEIRO -

Nascida no Rio de Janeiro, Maria Bourgeois foi criada e educada na França.

 

Quando se casou com o suíço Éric Bourgeois foi morar em Genebra, ocasião em que conheceu a Médecins du Monde e fez trabalhos voluntários em Boa Vista, Roraima e com os índios Yanomâmis.

 

A organização serviu de inspiração para seu engajamento no voluntariado e criou, anos mais tarde, o Comitê Internacional pela Vida, na Suíça.

 

A trajetória de Maria Bourgeois começa na efervescente década de 60, ao ganhar um concurso de poesia. Com uma bolsa da UNESCO, foi estudar teatro em Paris e passou a conviver com exilados políticos e a tomar contato com os problemas do Brasil.

 

Ao final da bolsa de estudo, Maria procurou emprego, fez fotos de moda e foi escolhida como modelo da Maison Pierre Cardin.

Foi numa das inúmeras viagens pelo mundo como manequim profissional que conheceu o suíço com quem se casou e teve três filhos.

 

A morte do marido e um diagnóstico de câncer, no entanto, mudaram o rumo de sua vida. Maria Bourgeois decidiu intensificar seu trabalho voluntário.

 

A criação do Comitê Pela Vida, no Rio de Janeiro, foi uma resposta da sociedade civil contra a invasão da favela de Vigário Geral, em agosto de 1993.

A Creche Coração de Genebra marca o primeiro ato da instituição e foi construída graças a uma campanha entre os amigos de Bourgeois, banqueiros suíços e a Prefeitura de Genebra.

Na inauguração, em março de 1996, estiveram presentes, dentre outras autoridades, os prefeitos do Rio e de Genebra.

 

Desde sua fundação, o Comitê Pela Vida realiza cursos profissionalizantes e encaminha os alunos para o mercado de trabalho, contribuindo com o resgate da autoestima e promovendo a cidadania em comunidades de baixa renda. A capacitação profissional é feita adaptando a metodologia da Escola Hoteleira de Lausanne à realidade dos alunos.

 

O Comitê Pela Vida acredita que oferecer educação e trabalho reduzem a pobreza e a violência nas comunidades desfavorecidas.

_

foto acervo particular

Voltar